Status:

( Digite o código dos imóveis desejados. Exemplo: CA0001, CA0002 )

Serviços

  • Assessoria Imobiliária
  • Financiamento
  • Propostas e Cadastros

Assessoria Imobiliária

Guia Golden de compra, venda e locação de imóveis.

Este guia foi elaborado pela Golden Imobiliária para tirar dúvidas quanto à aquisição, venda e locação de imóveis e tudo que envolve esta importante decisão.

São orientações e sugestões para que você se sinta mais seguro na hora de decidir pela compra, venda ou locação de um imóvel com segurança e tranquilidade.

A Golden está sempre pronta para ajudar você a dar os passos corretos assessorando e orientando em tudo que for necessário no complexo processo de uma transação imobiliária.

Venha fazer bem feito e com rapidez.
Venha fazer com segurança e com custo adequado.
Venha para a Golden Imobiliária!

  • O que é um lançamento imobiliário?

    É um período inicial das vendas de um empreendimento após a obtenção do seu registro de Incorporação.

    O Registro de Incorporaçao é o registro em cartório que permite iniciar as vendas do empreendimento.

    Na maioria das vezes o lançamento é feito antes do início das obras e é acompanhado de eventos, plantão de vendas no local, ações promocionais e anúncios na mídia além de panfletagem para divulgação do produto.
  • Qual a vantagem de comprar um imóvel no seu lançamento?

    As vantagens são muitas comprando um imóvel no lançamento!

    A maior delas é que você pode escolher a unidade e o andar da sua preferência, além de encontrar melhores condições de pagamento.

    Normalmente os lançamentos oferecem em um maior número de parcelas e vantagens pontuais dependendo de cada empreendimento.
  • O que é um imóvel na planta?

    É o imóvel cuja construção não foi iniciada ou ainda não está pronto. Por isso, está representado no papel possibilitando assim uma visualização de como ficará o projeto ao ser concluído.

    A planta demonstra como será a distribuição dos aposentos e a metragem de cada um deles além da área total do imóvel discriminando a área útil, privativa, comum, dos boxes, etc.
  • Que cuidados devemos tomar para comprar um imóvel na planta?

    • Observe se o imóvel em análise atende realmente ás suas necessidades quanto ao tamanho, localização e infraestrutura.
    • Adquira o imóvel de construtoras e incorporadoras de confiança, com tradição e credibilidade após visita a sede da empresa.
    • Calcule com atenção e analise se o valor e a forma de pagamento se encaixam no seu orçamento.
    • Comprando um imóvel n na planta, você tem a vantagem de pagá-lo durante a execução da obra com o preço muito inferior ao de um imóvel pronto, porém precisa aguardar a sua conclusão e a entrega das chaves para se mudar.
  • O que é área comum e área privativa?

    A área comum é aquela que pode ser compartilhada por todos os moradores de um condomínio, como, por exemplo, piscina, salão de festas, churrasqueira, entre outros. Já a área privativa é de uso exclusivo de seu dono, familiares e amigos, ou seja, a área interna do imóvel, que é medida em metros quadrados.
  • O que é uma incorporação imobiliária?

    É o meio pelo qual pessoa física ou jurídica se compromete a construir prédios, edifícios e obtém o direito de vender as suas unidades, antes ou durante a fase de construção.

    É este o processo que permite a venda de apartamentos ainda na planta ou em fase de obras.
  • O que é apartamento decorado?

    O apartamento decorado é uma sugestão, representação ou exemplo de como você pode decorar o seu imóvel depois de pronto.

    Permite que você tenha uma perfeita compreensão de como o imóvel ficará depois de pronto e quais são as reais dimensões e a distribuição interna dos aposentos.
  • O que é memorial de incorporação?

    É o documento jurídico que explica as áreas privativas dos apartamentos e áreas comuns, forma de utilização, características, projeto e dados do empreendimento, informações e documentos as empresa incorporadora (aquela que comercializa as unidades) e todos os outros documentos exigidos por lei (artigo 32 da lei nº4. 591/54).

    Esse documento deve ser arquivado no cartório de registro de imóveis e é neste momento que ocorre o registro da incorporação imobiliária.
  • Por que é importante o registro da incorporação imobiliária para a venda de unidades que ainda não foram construídas?

    A lei brasileira determina que somente após o registro de incorporação no cartório de imóveis a empresa pode vender qualquer apartamento de um edifico que ainda esteja na planta ou em construção.

    Assim o cliente tem mais segurança na aquisição do imóvel.
  • Quais as alternativas de pagamento para compra do imóvel?

    O pagamento pode ser feito com recursos próprios, uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ou por financiamento bancário.
  • Quais as regras básicas para o uso do FGTS?

    O FGTS pode ser usado para pagamento integral ou parcial do imóvel ou ainda para amortização de dívida bancária. Para utilizá-lo, é necessário cumprir os seguintes pré-requisitos:

    • Não possuir imóvel financiado pelo Sistema Financeiro de Habitação.
    • Não ser proprietário de imóvel residencial na cidade onde mora ou trabalha ou nas cidades limítrofes
    • Morar ou trabalhar na mesma cidade do imóvel a ser comprado.
    • Comprovar tempo de trabalho mínimo de 03(três) anos sob o regime do FGTS
    • O valor do imóvel não pode ultrapassar o valor limite de validação estabelecido.
    • Para mais informações, acesse www.fgts.gov.br
  • Quais os documentos necessários para a compra de um imóvel?

    • CPF
    • RG
    • Certidão de estado civil
    • Carteira de trabalho
    • Comprovante de residência
    • Comprovante de renda formal ou informal atual
    • Extrato do FGTS (se tiver) e cartão do PIS
    • 03 últimos contracheques
    • 06 últimos extratos bancários
    • Declaração de imposto de Renda com recibo de entrega
  • Quais as despesas e obrigações que terei ao adquirir um imóvel?

    Ao assinar a escritura, o comprador deverá considerar as seguintes despesas:

    • Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI/ITVI)
    • Demais impostos, dependendo do local do imóvel.
    • Despesas cartorárias para a lavratura da escritura
    • Registro no cartório imobiliário
  • Além das parcelas mensais, tenho que pagar mais alguma coisa?

    Sim. Depende do plano de pagamento negociado. Normalmente, há a entrada, as parcelas intermediárias (pró-solutos) e as parcelas pós- entrega das chaves (Termo de Confissão de Dívida – TCD).

    Além disso, há a taxa de financiamento da Caixa, paga diretamente à instituição financeira no momento da assinatura do contrato.

    É importante lembrar que o valor da parcela mensal não pode ultrapassar 30% da renda familiar mensal bruta.
  • Como descubro minha renda familiar?

    Renda familiar é a soma de todos os salários brutos dos moradores do mesmo domicílio ou família.

    É mais comum que seja composta pela renda do marido e a da sua esposa e, eventualmente, a dos filhos.

    Décimo terceiro ou férias não devem ser considerados neste cálculo, pois são pagos uma vez ao ano.
  • Sou trabalhador informal. Como posso comprovar a minha renda?

    Os trabalhadores informais podem apresentar outros documentos, como, por exemplo, extrato bancário. Esse é o mais comum e fácil de conseguir.

    Além disso, pode ser apresentada a declaração de Imposto de Renda, desde que entregue no prazo, e a Decore (Declaração Comprobatória de percepção de Rendimentos), desde que com a apresentação de pagamento dos três últimos meses do imposto devido.
  • O que é minha casa minha vida?

    É um programa do governo federal para auxiliar famílias com renda até R$ 5.000,00 na compra do primeiro imóvel.

    Através do Minha Casa, Minha Vida você pode conseguir até R$ 25.000,00 de subsídio dependendo da sua renda e cidade de moradia, juros reduzidos em relação ao mercado, possibilidade de suspensão do pagamento mensal em função de desemprego e descontos nos custos cartorários para registro do imóvel.

    Por exemplo, se você for comprar um imóvel de R$ 100.000,00 e puder usar o valor integral do subsídio do governo (R$ 25.000,00), o valor final do imóvel a ser comprado será de somente R$ 75.000,00.
  • Qual é o valor máximodo imóvel que posso comprar? A minha cidade vai ser atendida pelo programa?

    ATÉ R$ 190.000,00 Distrito Federal e regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e São Paulo
    ATÉ R$ 170.000,00 Municípios com população igual ou superior a um milhão de habitantes ou em municípios- sede de capitais estaduais
    ATÉ R$ 145.000,00 Municípios com população igual ou superior a 250 mil habitantes ou em municípios de regiões metropolitanas, inclusive os da região do DF e entorno.
    ATÉ R$ 115.000,00 Municípios com população igual ou superior a 50 mil habitantes.
    ATÉ R$ 90.000,00 Demais regiões.
  • Quem tem direito ao programa?

    Quem não possui outro financiamento pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e quem não possui imóvel residencial.
  • Se eu tiver alguma restrição de crédito em órgãos como SPC ou Serasa, consigo obter o subsídio do governo?

    Não. O chamado “nome sujo” impossibilita a obtenção do crédito junto a instituição financeira. Ter o nome na lista do Serasa, SPC, Cadin ou BACEN é um impedimento para conseguir um financiamento e, consequentemente, a carta de um crédito para aquisição do imóvel. Você pode solicitar financiamento bancário após a regularização de todas as suas pendências cadastrais.
  • Não tenho nenhum documento que comprove a minha renda. Posso participar do programa Minha Casa, Minha Vida?

    Sim, você pode se inscrever no programa. O banco tem outras formas de verificar se você pode ou não pagar as parcelas mensais, como, por exemplo, pelo extrato bancário.
  • Como será o cálculo da taxa de juros do financiamento?

    As prestações serão reajustadas como base na seguinte taxa de juros:

    • Entre 1 e 3 salários mínimos, o reajuste será de 5% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).
    • Entre 3 e 5 salários mínimos, o reajuste será de 6% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).
    • Entre 5 e 7 salários mínimos, o reajuste será de 7% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).
    • Acima de 7 salários mínimos, o reajuste será de 8% ao ano mais a correção pela variação da TR (Taxa Referencial).
  • Dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, pode comprar um imóvel usado?

    Não somente imóveis novos fazem parte do programa.
  • O que acontece no caso de desemprego?

    Você pode recorrer ao Fundo Garantidor, previsto pelo programa, que refinanciará determinado número de prestações de acordo com a faixa salarial de cada um.
  • Tenho financiamento de um veículo. Posso participar do Programa Minha casa, Minha vida?

    Sim. Você só não poderá participar do programa Minha Casa, Minha vida se tiver um imóvel financiado.
  • Gostaria de fazer uma simulação do meu financiamento no programa. É possível?

    Sim. Na internet, basta acessar o site Caixa Econômica Federal: e clicar no Link "Simulador de Financiamento”.

    Além disso, no site da Golden (www.goldenimobiliaria.com.br) também existe um link para o simulador.